Volte ao SPIN

sexta-feira, 29 de março de 2013

spinLeaks

                                          21

Continuação da anamnese

No momento JL está num café-byte. Chega Camila.

Enunciando_anunciando Camilla: ela tem mais ou menos 20 anos, é artista plástica. Estudou artes visuais na UFG.

Camila: olá!!!  Aquela obra sua, da exposição “Diálogos Possíveis...”  Você tem fotografia dela? Você tem o texto?

JL:  Não. Não tenho fotografia de nada.  A forma como eu trabalho é tão complicada. Se você me pedir um texto ou uma fotografia eu não tenho. Vá lá em casa que você vê. É um amontoado de papéis. Dias atrás, quase fui morto por estrangulamento. Na ante_sala da morte, até achei bom. Naquele momento vi que, durante a vida, a gente acumula tantas coisas inúteis, fora o mais grave, que é o querer estar no lugar do outro, a chamada inveja. Depois de ter sido abraçado pela morte, mudei bastante. Posso tentar, talvez alguém possua fotografia da obra, acho que o Caio, vou entrar

spinLeaks



Para encerrar o recebimento desta VFC, responda: cancelar



Visão: o primeiro momento


O dito pelo não dito


Tenho-me distanciado desta VFC como gostaria de fazê-la, ou seja, sem ter que opinar nestes assuntos de corrupção. Como ficar calado diante de opiniões com as quais não concordo? Como silenciar diante das mentiras e da injustiça? É claro que não é lindo e maravilhoso defender a esquerda, pelo menos neste momento. Pelo contrário, no momento é chique fazer atacar, descer o sarrafo. Até o Le
Monde, o Financial Times faz, o que até então não tinha feito: reservar páginas e mais páginas para falar, claro, mal, do Brasil. Não se sabe o motivo os leva a tal comportamento.
Quem descerá os inocentes da cruz? É chique ver a Miriam Leitão falando mal, o Arnaldo Jabor falando mal. Engraçado como os canhões estão dirigidos para apenas um alvo: Lula. A armação, a forçação de barra é mais do que visível. Quem assistiu ao programa da TV Cultura nesta noite, ficou sabendo, através da avaliação do jornalista e economista Luis Nassif, que o filho de Lula, ao contrário do que a mídia cansou de mentir, não cometeu nenhuma irregularidade. E agora, José? Quem vai reabilitar a imagem deste inocente e de outros que, com certeza, virão? Quem vai descer da cruz aqueles que, injustamente, foram crucificados pela imprensa. A impressão que se tem é que estamos passando por um denuncismo desenfreado. Quem quiser aparecer, é só procurar um jornalista afirmando que tal algo a dizer contra esta gente do PT. 

Spinleaks




                                               2

              Continuação da obra Deiscências

              A seguir, conhecimento sobre o assunto


                                   Fruto

    (...)                  
2.      Quanto a deiscência (os frutos carnosos e secos podem apresentar deiscência):  
1.      denomina-se deiscência à abertura natural de qualquer órgão vegetal.
2.      Indeiscente: não se abrem para liberar sementes.
3.      Deiscentes: abrem-se para liberar as sementes.